terça-feira, 19 de janeiro de 2016

A Paz

Como é difícil estramos em paz. Ou mantermos a paz. A paz de espírito, aquela paz que nos permite estar serenos perante os acontecimentos, que nos permite acalmar e crer, apesar da tempestade. Em meio ao furacão ou em meio à alegria, a paz é o que nos permite contemplar o Divino.
Sim, mesmo em meio às alegrias, podemos estar tão transtornado que nos falta paz para dizer: "Obrigada, Senhor!".
E em meio às tempestades, nos falta paz para termos serenidade e dizermos: "Ajuda-me, Senhor!".
Que peçamos ao Espírito Santo que nos conceda e nos abasteça de paz. Antes de mais nada, de paz. Para, assim, podermos pedir e cultivar a fé.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

A Luta de Cada Dia

A cada dia, uma luta.
A cada luta, uma vitória.
Todo dia temos que ganhar o pão com o suor de nossos rostos.
Mas esta labuta pode ser suave, se entregarmos nossos fardos à Ele. Ele prometeu que, se fizermos isto, o jugo Dele é suave e leve o fardo.
Nós é que acrescentamos pesos em nossa luta ao deslocarmos nosso foco Dele para o humano.
Não, não é fácil. Não é fácil, mas pode ser leve.
Fé: este instrumento tão imprescindível mas tão fugidio. Qualquer tremorzinho nas plácidas águas de nosso viver e já desandamos a lastimar.
A cada lástima, um atraso na caminhada da Fé.
Peçamos ao Espírito santo a força de termos Fé.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

O Dia Depois de Amanhã

Frequentemente nos pegamos cogitando sobre projetos e sonhos para amanhã, para semana que vem ou para o mês que vem.
Fazendo planos para logo mais.
Mas sequer sabemos o que virá no próximo minuto.
Não que não devamos fazer planos e ter sonhos.
Mas que devemos entregar tudo à vontade de Deus.
Se Ele quiser, faremos...

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Destino Traçado

Por todo lado, pessoas reclamam do clime. Muito calor: 38 graus... Tempestades nos Estados Unidos. Ciclones em outros países. Chuva forte no Brasil, em alguns Estados.
Reclamações e reclamações.
Mas não se apercebem que tudo isto é efeito das mudanças climáticas, resultado das alterações que os seres humanos têm feito no planeta ao longo dos anos.
Mesmo assim, não vejo nenhuma atitude em favor de reverter isto enquanto é tempo.
Sofram, pois. 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Dias Tristes

Ainda que eu não veja flores,
ainda que as cores sejam cinzas,
não me desespero.
As cores estão em meu olhar,
com raízes no coração. 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Mudanças

Que os seres humanos consigam entender, o mais breve possível, em todas as partes deste planetinha, que viemos ao mundo para amar, para respeitar e para colaborar com o crescimento do outro.  

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

OLHAR DIVINO

Deus lá do céu olha os homens e,
com o coração triste, pergunta aflito:
será que eles não sabem mais amar?
Será que eles, a obra que melhor fiz,
que criei à minha imagem e semelhança,
esqueceram a arte de amar?
Não, Deus, eles não esqueceram. Ao contrário,
se lembram sempre, mas lembram para temer.
É, temer. Os homens temem o amor.
Amar exige entrega, dedicação ao outro,
deixar os próprios interesses e se dedicar ao outro,
colocá-lo em primeiro plano.
Por isso os homens temem-no.
Eles são egoístas e temem se dar.
Acham que se darem-se, perderão.
Esqueceram, isso sim, que no amor
se darem-se, mais receberão e em dobro.
Porém, Deus, ainda há alguns poucos
que sabem conjugar esse verbo.
Esse verbo feito Verbo pelo Teu Filho,
e esses poucos, sei, Te alegram demais
e Te fazem perdoar o restante.

85